As Nossas Áreas de Atuação

Floresta

Exploração Florestal

No sector florestal, a GRUMAN apresenta soluções para a área da exploração florestal onde são utilizados os mais diversos equipamentos para tarefas tão específicas como o corte, a rechega, o processamento, o enfardamento, o destroçamento, o estilhaçamento, a carga e o transporte até ao local de transformação industrial.

Indústria da Serração

A indústria da serração tem vindo a assistir a um fenómeno de concentração, pois que as serrações mais pequenas tendem a desaprecer. As estatísticas apontam para que entre 1998 e 2005 o número de serrações tenha diminuído, mantendo-se, no entanto, o volume de vendas, o que evidencia o dinamismo desta área e a sua capacidade de se ajustar às mudanças. O pinheiro bravo é a principal matéria-prima para a indústria da serração (mobiliário, vedações, paletes).
A GRUMAN apoia o sector com diversos equipamentos, tais como reboques e gruas florestais e também os veículos de transporte em estradas.

Indústria da Pasta de Papel

A área da pasta e papel contribui para cerca de 4 mil empregos diretos em Portugal, tendo a sua principal evolução sido no sentido do aumento da integração vertical no sector com maior produção de papel e cartão, conduzindo a um acréscimo de valor do produto. Em Espanha, este sector representa aproximadamente um total de 17,2 mil postos de trabalho diretos e mais de 90 mil em diretos.
Para esta área de atuação a GRUMAN, apresenta essencialmente equipamentos de trituração como, os pré-trituradores, trituradores e estilhadores. A linha completa de destroçadores que permite a complementaridade das suas tarefas, e a máxima otimização do produto final.
Nesta área temos como referência a venda de Harvesters, Skidders e Forwarders para um grande grupo de empreiteiros florestais que fornecem os maiores grupos empresariais da indústria de papel. Estas empresas têm um impacto significativo na economia portuguesa e espanhola, sendo líderes europeus e mundiais na produção de papel. Estas empresas destacam-se no setor como os maiores produtores europeus, e também dos maiores a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto.

Exploração da Cortiça

A exploração da cortiça representa uma importante fração no comércio externo de Portugal, com cerca de um terço do total das exportações. O número de empresas desta área era de 828 em 2003, sendo o número de empregos por elas gerados mais de 12 mil. É de notar que Portugal é líder mundial na produção de cortiça e na indústria de produtos derivados da cortiça, sendo a rolha de cortiça natural o principal produto exportado.
A Gruman relaciona-se com os clientes na venda de gruas e reboques de tração hidráulica florestais para fazer o transporte da matéria-prima dos amontoados de sobreiro para as diversas unidades fabris onde esta é transformada.

Indústria da Peletização

A indústria da peletização está diretamente relacionada com o sector da exploração florestal, com o sector da recolha de biomassa e com a indústria das serrações.

A matéria-prima para o fabrico de pelletes de madeira, são feitos a partir de desperdícios da indústria transformadora de madeira provenientes das serrações, carpintarias e, sobretudo dos desperdícios das florestas que formam a biomassa, provenientes dos cortes e desbastes florestais. Esses materiais depois de recolhidos, triturados e secos, transformam-se em pó ou serrim que é posteriormente comprimido.
Neste contexto os pellets representam uma boa alternativa como fonte de energia, apresentando diversas vantagens relativamente aos combustíveis fósseis.
A GRUMAN, apresenta, nomeadamente, a venda de equipamentos de trituração e crivagem (para o tratamento da biomassa e toros das árvores em muitos parques de madeira) bem como alguns meios de elevação. Tem como empresas clientes nesta área os maiores fabricantes de pellets a nível nacional.

Indústria dos Aglomerados e MDF

A indústria dos aglomerados é essencialmente representada pela indústria imobiliária. Este tipo de indústria consiste na reciclagem de madeira e na sua transformação em aglomerados.
A GRUMAN está presente essencialmente na primeira fase do processo, que consiste depois do corte e da rechega no transporte para as unidades fabris com veículos dedicados e preparados por esta. Para além destes equipamentos também desenvolvemos soluções para o transporte e acondicionamento de madeiras recicladas, nomeadamente, para os maiores produtores mundiais de painéis derivados de madeira.

Recolha de Biomassa para a Produção e Energia

O aproveitamento de biomassa florestal é utilizada para a produção de energia elétrica, ou simultaneamente para a produção de energia elétrica e calor (cogeração).
A “biomassa florestal” resulta fundamentalmente das ações de gestão florestal, como desbastes, desramações e corte final.
Neste momento a GRUMAN, é um forte representante de várias marcas, que possuem todos os equipamentos e meios para o processamento da biomassa, desde a recolha da matéria-prima, ao tratamento, ao processamento, ao transporte e ao armazenamento.
Acreditamos que num futuro não longínquo se utilizará a carbonização e a torrefação como meios para potenciar ainda mais este sector.

Ambiente

Linhas de Reciclagem de Ferrosos e Não Ferrosos

A GRUMAN apresenta soluções sofisticadas, exigentes e complexas para linhas de reciclagem de sucata nomeadamente para as constituídas por automóveis antigos e produtos de linha branca. Estas apresentam percentagens cada vez maiores de diferentes materiais como ferro (70%), plásticos (15%), metal não ferroso (8%), vidro e outros (7%), através da trituração da sucata. Posteriormente a este processo é feita a triagem e separação, para se proceder à valorização dos diversos materiais.
Tendo como principais requisitos na separação de materiais, a recuperação do aço limpo com baixo teor de cobre, a saída de metais não ferrosos limpos assim como metais mistos (alumínio e cobre), e ainda a separação do aço inoxidável sem contaminantes.
Os resíduos são separados e tratados por diversos processos, consoante os diferentes materiais que os constituem e de acordo com as características técnicas exigidas pelas indústrias recicladoras, nomeadamente, em termos de pureza e dimensões. Depois de compactados ou triturados, os metais ganham o estatuto de matéria-prima secundária.
Em 2011, a GRUMAN instalou com sucesso em Portugal a primeira linha de separação de metais e desmantelamento de Resíduos Elétricos (REE’S), no norte do país.

Instalação de uma linha de reciclagem de material não-ferroso (alumínios).

Mais recentemente, a GRUMAN instalou uma linha de separação de metais no norte do país.

Linhas de Reciclagem de CDR (Combustível derivado de Resíduos) / RDF (Refused Derived Fuel)

As linhas de reciclagem de CDR fornecidas pela GRUMAN utilizam um conjunto de equipamentos como os pré trituradores, os crivos e os refinadores. Este tipo de linha serve para a produção de combustível derivado de resíduos (CDR) através do processamento de lixo e resíduos industriais. Graças a uma trituração específica, classificação e homogeneização de diferentes resíduos, este material pode ser transformado em frações de energia que podem ser usadas como substituto dos combustíveis mais usuais, como o petróleo, gás ou carvão.

Estas máquinas com eficiência comprovada no mercado e desenvolvidas recorrendo a tecnologia de ponta deixam o produto acabado de acordo com os requisitos do seu destino.

Foi construída uma linha de reciclagem de CDR, no sul de Portugal.

A GRUMAN realizou a instalação de uma linha de resíduos de CDR, numa empresa do sul do país.

A nossa empresa também instalou uma Linha de Reciclagem de Pneus na zona sul de Portugal.

Linhas de Reciclagem de Biomassa

A biomassa tem um papel muito importante como combustível alternativo aos combustíveis não renováveis e caracteriza-se como sendo um dos maiores recursos endógenos que o país dispõe. Esta área do sector do ambiente está diretamente relacionada com o setor florestal, nomeadamente com a área da produção de energia elétrica através da recolha de biomassa.
A GRUMAN apresenta, nesta área, gruas, reboques e todos os equipamentos de trituração e crivagem para qualquer tipo de material que formam a biomassa. Apresenta ainda uma vasta gama de destroçadores, que englobam os pré-trituradores, os trituradores e os estilhadores.
Todos estes equipamentos móveis ou estáticos revolucionaram o mercado da trituração de resíduos. Também contribui para a sustentabilidade da qualidade ambiental, pois que a GRUMAN possui uma gama de equipamentos que permite obter uma variedade granulométrica dos resíduos consoante o processo de reciclagem e/ou degradação a ser posteriormente aplicado. A linha completa de destroçadores e crivos permite a complementaridade das suas tarefas para obter uma máxima otimização do produto final.

A GRUMAN, é hoje uma empresa líder no seu ramo, capaz de oferecer uma gama de soluções completa, inovadora e de elevada qualidade.

Parceiros